Sobrinho é preso suspeito de participar do assassinato de Expedito Pereira

Share:

Já está detido o sobrinho suspeito de ter participação no assassinato do ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira. Ricardo Pereira foi preso na tarde dessa quarta-feira (16), por força de mandado de prisão temporária. A Polícia Civil não revelou qual seria a participação de Ricardo no crime.

Outros dois suspeitos já haviam sido identificados pela polícia. Leon Nascimento dos Santos e Gean Carlos da Silva Nascimento seriam funcionários de Ricardo Pereira. De acordo com a Polícia Civil, os dois teriam pego emprestado a motocicleta usada pelo executor do assassinato, conforme alegou o proprietário do veículo. Leon Nascimento está preso, mas o advogado dele abandonou o caso, segundo apurou a TV Correio. Já Gean Carlos é considerado foragido da Justiça. Contra ele, existe um mandado de prisão temporária.

As ordens de prisão dos três suspeitos foram expedidas pelo juiz do 1ª Vara do Tribunal do Júri, Marcos William, com parecer do promotor Marcos Leite, do Ministério Público da Paraíba.

Expedito Pereira foi assassinado a tiros na manhã do dia 9 de dezembro, na Avenida Sapé, bairro de Manaíra, em João Pessoa. Imagens de câmeras de segurança mostram quando um homem se aproxima do ex-prefeito e dispara os tiros. O suspeito fugiu logo após o crime. O ex-prefeito de Bayeux tinha 72 anos.

PORTAL CORREIO