Desembargador Saulo Benevides encabeça chapa única e será o novo presidente do TJPB

Share:

A chapa encabeçada pelo desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides foi a única registrada para concorrer na eleição da nova Mesa Diretora do Tribunal de Justiça da Paraíba e, por isso, ele será o presidente para o biênio 2021/2022.

Além de Saulo Benevides, foram inscritos na chapa a desembargadora Maria das Graças Morais Guedes, para vice-presidente do Judiciário estadual; e o desembargador Fred Coutinho, para o cargo de corregedor-geral de Justiça. Já o desembargador Ricardo Vital de Almeida foi o único inscrito para a direção da Escola Superior da Magistratura (Esma).

Conforme o edital da Eleição da Mesa Diretora, o pleito ocorrerá na sessão administrativa do dia 11 de novembro. O mandato dos eleitos terá início em fevereiro de 2021.

Na sessão desta quarta-feira (4), o presidente do TJPB, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, parabenizou os candidatos inscritos, bem com destacou a união entre os desembargadores em prol dos jurisdicionados. “A nova Mesa Diretora será eleita em total harmonia e sem nenhuma disputa entre seus membros integrantes”, ressaltou o presidente.

Na oportunidade, o desembargador Saulo Benevides agradeceu a confiança dos seus pares, em especial, ao desembargador Márcio Murilo. “Sem dúvida, iremos fazer um excelente trabalho com a participação de todos, ou seja, faremos uma gestão bastante democrática e ouvindo os segmentos do Judiciário estadual”, afirmou o desembargador.

Em seguida, o desembargador Fred Coutinho, ao agradecer a confiança, afirmou que assumir o cargo de corregedor-geral é uma responsabilidade muito grande. Enfatizou que a nova Mesa Diretora, junto ao diretor da Esma, dará continuidade a gestão do desembargador Márcio Murilo.

“Foi tão profícua a gestão do desembargador Márcio Murilo que, mesmo neste momento de pandemia, soube superar e ultrapassar os empecilhos da vida. Trouxe, também, inovações e nos propiciou tranquilidade para trabalhar com diálogo e transparência”, ressaltou.

Do mesmo modo, a desembargadora Maria das Graças parabenizou a forma democrática e transparente do desembargador Márcio Murilo à frente da Presidência do Tribunal de Justiça. “Foi um presidente que fez muito pelo Tribunal e, principalmente, pelos jurisdicionados”, disse a magistrada.

Por fim, o desembargador Ricardo Vital ressaltou que é uma honra e uma responsabilidade assumir o cargo de diretor da Esma. “Somos uma equipe formada, não apenas pela Mesa Diretora, mas, por todos que compõem o Tribunal de Justiça”, afirmou, destacando que o presidente Márcio Murilo é o grande capitaneador deste momento vivido no TJPB. “Estamos juntos nas melhorias do Poder Judiciário estadual”.

G1 PARAIBA