Bruno Cunha Lima, do PSD, é eleito prefeito de Campina Grande

Share:

Bruno Cunha Lima (PSD) foi eleito neste domingo (15) prefeito de Campina Grande, no Agreste paraibano, para os próximos quatro anos. Com 100% das urnas apuradas, o candidato foi votado por 111.526 pessoas, número que corresponde a 54,58% dos votos válidos. Lucas Ribeiro Ribeiro (PP) é o vice-prefeiro na chapa eleita (confira como foi a apuração em Campina Grande).

Bruno é o segundo candidato que consegue vencer uma eleição na cidade no primeiro turno, após 16 anos. O primeiro foi Romero Rodrigues em 2016. Antes de ambos, a última vez que isso ocorreu foi em 2000, quando Cássio Cunha Lima foi eleito prefeito, na época.

Apuração

Bruno Cunha Lima teve 54,58% dos votos, a candidata Ana Cláudia (Podemos) ficou em segundo com 21,59%, Inácio Falcão (PC do B) teve 16,35%, Artur Bolinha (PLS) teve 4,82% e Olímpio Rocha (PSOL) teve 2,56%.

Biografia

Bruno Cunha Lima tem 29 anos e é natural de Campina Grande, Agreste da Paraíba. Ele começou a carreira política em 2012, quando foi eleito o vereador mais votado no município. Já em 2014, foi eleito deputado estadual. Em 2019, assumiu a chefia de gabinete da prefeitura.

Propostas

Uma das propostas de Bruno foi a de oferecer reforço escolar no contraturno na rede municipal de ensino para compensar o ano letivo perdido devido ao novo coronavírus. A declaração aconteceu durante entrevista à rádio CBN Paraíba. Ainda em relação à educação, o candidato falou sobre a pretensão de parcerias público-privadas e afirmou que, se necessário, no pós pandemia, a prefeitura irá comprar vagas em creches particulares para evitar seu fechamento.

Sobre a geração de emprego no município, o candidato disse que pretende modernizar a máquina pública e que acredita na meritocracia do concurso público.

Durante a campanha, o candidato também falou sobre a pretensão da reabertura dos restaurantes populares, que pode ser feita com a criação de cooperativas e associações compostas por mulheres, que receberiam um valor para produzirem para os restaurantes.

G1 PARAIBA