Prefeito de Santo André prestigia forasteiros e abandona nativos

Share:

SANTO ANDRÉ (PB) – O prefeito em exercício, Arimatea Porto (Cidadania), tem prestigiado forasteiros na formação do seu Governo e preterido os nativos, fato que tem irritado parte da classe política e um certo desalento com o novo alcaide.

Na última segunda-feira (18), Arimatea empossou Marluce Queiroz como secretária de saúde.

Segundo apuração de CHUPA CABRA, Arimatea teria atendido a um pedido do vice-prefeito da cidade de Parari, Genival Queiroz, haja vista que Marluce já foi secretária de saúde deste município vizinho.

Além disso, o gestor nomeou como secretária de educação, Ângela Medeiros, viúva do ex-prefeito, Lúcio Medeiros, in memorian, primeiro prefeito eleito de Santo André.

Apesar de ter sido primeira dama, Ângela há muito tempo reside em João Pessoa e pouco contato tem com a população de Santo André.

Tanto é que ela ainda não veio à cidade para assumir de fato a pasta.

Além disso, ele manteve como secretária de comunicação, Edna Amorim, que também não é de Santo André e reside em Serra Branca.

Informações de bastidores dão conta de que Arimatea tem dito a pessoas mais próximas a ele, que almeja disputar a reeleição.

Mas diante de suas atitudes em prestigiar forasteiros em detrimento dos nativos, fica difícil para ele angariar apoios para projeto de reeleição.

Arimatea está no cargo de forma interina, haja vista que o Tribunal de justiça da Paraíba ((TJPB), afastou a titular, Silvana Marinho, pelo crime de peculato, após denúncia do Ministério Público (MP).

Ela recorreu ao Superior tribunal de justiça (STJ), que negou liminar recentemente.