Volume do açude de Boqueirão passa de 65% após chuvas

Share:

O açude Epitácio Pessoa, localizado na cidade de Boqueirão, Cariri do estado, registrou 65,66% de volume nesta terça-feira (28), o que equivale a 306,33 milhões de metros cúbicos de água (m³). O reservatório é responsável pelo abastecimento de Campina Grande e outras 18 cidades próximas.
A expectativa da população paraibana é de que o açude de Boqueirão chegue à capacidade total ainda em 2020, depois de nove anos. O reservatório vem recebendo recargas de água após as chuvas que chegam até os mananciais localizados no Cariri paraibano e que seguem para o açude de Boqueirão.
Segundo a meteorologista da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), Marle Bandeira, as chuvas estão dentro do período esperado, de fevereiro a maio. “O importante é acompanhar a previsão do tempo, essa previsão vai indicar onde as chuvas caíram. Caindo na bacia de contribuidores o açude terá mais recarga de águas”, disse a meteorologista.
Em 2017, o açude atingiu 2% da capacidade total, situação que fez Campina Grande e outras 18 cidades entrarem em uma crise hídrica histórica e adotarem medidas rigorosas de racionamento. Com esse cenário, o açude começou a receber as águas da transposição do Rio São Francisco, mas essa obra vem apresentando problemas e não está colaborando com a recarga de Boqueirão.

Outros açudes

De acordo com o monitoramento da Aesa, 35 açudes na Paraíba estão sangrando. Dentre eles, reservatórios localizados no municípios de Piancó, Itaporanga, Patos, Camalaú, Igaracy, Aguiar, Monteiro e Princesa Isabel.
Outros 68 reservatórios estão em normalidade, 19 estão em observação e 12 se encontram em situação crítica de abastecimento.
PORTAL CORREIO