Morte do sargento em Patos foi motivada por discussão envolvendo mulher

Share:

O subtenente Mayovikev Avelino, militar que mora em Patos e atua na região de Sousa, postou nas redes sociais duas fotos de um homem que está sendo procurado pela polícia militar de Patos como principal suspeito do assassinato do sargento Wellington dos Santos, ocorrido na tarde da sexta-feira, 31, em um bar localizado na Rua do Prado, no centro de Patos. Avelino era amigo do sargento Wellington, estudaram juntos.  “Esse vagabundo está sendo procurado pelo homicídio do Sargento da PMPB, Wellington dos Santos, fato acontecido em 31.01.2020, na cidade de Patos-PB. Denuncie, vamos ajudar. A sociedade é um parceiro ímpar da Polícia Militar”, postou nas redes sociais.
Segundo as informações o acusado é apelidado de “Oreia”, idade não informada e que mora na Rua do Prado, nas proximidades da antiga sede do Corpo de Bombeiros.  Ele está foragido.
A nova informação é de que o crime se deu por questões envolvendo mulher. Os dois discutiram no local, houve luta corporal e o acusado conseguiu pegar o revólver do sargento e atirar contra ele, que morreu na hora. Em seguida o acusado fugiu, levando a arma.
A polícia segue nas investigações e em diligências pela região.
FOLHA PATOENSE