Protesto de motoristas alternativos interdita seis trechos de rodovias na Paraíba

Share:

Desde o início da manhã desta terça-feira (06) vários grupos de motoristas de transporte alternativo bloqueiam trechos de rodovias federais na Paraíba como forma de protesto. Eles reivindicam que o Governo do Estado faça os estudos técnicos necessários para viabilizar as concessões nas rodovias destinadas ao uso do transporte alternativo.
Até as 8h, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram registrados cinco pontos de interdição, a maior parte deles no Sertão do Estado. Estavam bloqueados na BR-230 os quilômetros 399 (Pombal), 422 (acesso a Catolé do Rocha), 331,8 e 344 (Patos). Na BR-361, estava interditado o km 08.
Também há registro de bloqueio em Bayeux, na Região Metropolitana de João Pessoa, na altura de um posto de combustíveis.
De acordo com Jonas Rolim, presidente da Cooperativa dos Transportes Alternativos (COOPTAS), a categoria se mobiliza em busca de viabilizar os estudos técnicos com objetivo de especificar os trechos de rodovias para concessão. Ele detalhou que “sairá uma comitiva daqui de Patos que se juntará aos amigos de Monteiro, de Campina Grande, de João Pessoa e do Brejo no sentido de pressionar o governo a fazer essas concessões”.
Além da reivindicação sobre a regulamentação do trabalho dos motoristas de transporte alternativo, outro fato que preocupa a categoria é uma lei que foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Esta lei modifica o Código de Trânsito e transforma o transporte alternativo em infração gravíssima e estabelece a remoção do veículo flagrado.
ClickPB