Esposa e filha são presas suspeitas de envolvimento na morte do comerciante Edgar (Rabo Cheio), em Patos

Share:

A esposa e uma das filhas do comerciante Edgar Pascoal Nunes, apelidado de “Rabo Cheio”, foram presa nesta sexta-feira, 23, suspeitas  de envolvimento no crime.
Edgar foi morto com tiros na madrugada da quarta-feira, 21, em sua residência na Rua José Germano, no Jatobá, em Patos. Segunda a versão até então dada à polícia, a casa dele foi invadida e ele foi executado com dois tiros.
Edgar era dono de carro de venda de acessórios para carros e fabricava capas para bancos. Segundo informações ele também emprestava dinheiro.
Mãe e filha foram ouvidas pela polícia e estão presas no Presídio Feminino de Patos.
Folha Patoense