Integração nega 'privatizar água', mas busca parcerias para gerir transposição



O Ministério da Integração Nacional reafirmou nesta quinta-feira (31) que está em busca de uma Parceria Público-Privada (PPP) para gerir a operação do Projeto de Integração do Rio São Francisco, mas negou que as águas serão privatizadas.

Conforme comunicado do ministério, a ideia de promover uma PPP na operação da transposição é pública desde outubro de 2016, o que não significa que as águas da transposição serão privatizadas.

“O objetivo do estudo de Parceria, que está sendo conduzido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), é o de reduzir os custos de operação do projeto – hoje arcados pelo governo Federal e em torno de R$ 500 milhões por ano. Essa redução de custos, caso os estudos indiquem sua viabilidade, deve ser repassado aos moradores dos estados favorecidos pelo Projeto”, informou o ministério.

Ainda conforme o ministério, a previsão é de que o modelo e o formato da PPP sejam finalizados e divulgados no fim de 2018.

Portal Correio.
Integração nega 'privatizar água', mas busca parcerias para gerir transposição Integração nega 'privatizar água', mas busca parcerias para gerir transposição Reviewed by Wallony Oliveira on agosto 31, 2017 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.